Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Taras Da Lina

Geminiana de signo. Nascida à beira-mar e a viver nas montanhas. Gosto de viajar pelo mundo, pelos livros e pelo cinema. Licenciada em Comunicação. Dona de um pastor alemão. Convicta que a vida sabe sempre o que faz.

As Taras Da Lina

Geminiana de signo. Nascida à beira-mar e a viver nas montanhas. Gosto de viajar pelo mundo, pelos livros e pelo cinema. Licenciada em Comunicação. Dona de um pastor alemão. Convicta que a vida sabe sempre o que faz.

Sab | 30.05.20

"Vis a Vis"

RP

Vi esta série depois da "febre" da Casa de Papel.

"Vis a Vis segue as desventuras de Macarena Ferreiro, uma jovem ingênua que se apaixonou pelo patrão e agora está presa por causa dele. Acusada de cometer quatro crimes fiscais, ela precisa enfrentar o choque emocional que é estar na cadeia, enquanto sua família procura um jeito de pagar a fiança e libertá-la da Penitenciária de Cruz del Sur."

Como tinha a "Nairobi" e a "Sierra" e era dos mesmos produtores decidi dar-lhe uma oportunidade.

E digo-vos a 3ª e 4ª temporada ficou um pouco aquém do que esperava mas a 1ª e a 2ª deixou-me completamente colada.

Há por aqui fãs da Maca e companhia?

 

Sex | 29.05.20

Resende no Aqui Portugal

RP

O Festival da Cereja seria este fim-de-semana no entanto, devido à pandemia, não se realizará.

Não obstante o "Aqui Portugal" fará o programa em Resende. Cumprindo todas as normas de segurança, claro.

Amanhã sintonizem na RTP1, a partir das 14h30, e venham conhecer a gastronomia, gentes, talento, paisagens e, claro, as cerejas entre outros tesouros deste cantinho no Douro. ;)

Dom | 24.05.20

34

RP

Se este fosse um ano normal a esta hora estaria numa tradicional festa da terra dos meus pais que acontece sempre no 4º domingo de maio. 

Quando nasci era sábado de festa e tinha primos de ambos os lados na comunhão. Já aí fui diplomata, obriguei a minha mãe a ir para a maternidade que assim não teve que decidir qual lado da família escolher. 

Cresci então habituada a celebrar o meu dia nesta festa. Quando calha em outro dia da semana celebro com os meus amigos mais próximos e depois no domingo repito com a família. Quando calha ao domingo é festa completa.

Tenho pena que 2020 nos tenha tirado a partilha, o convívio, as festas. Nem tanto pela missa campal que dura cerca de 4 horas mas porque estaria com todos os meus primos. 

Gosto de celebrar o meu aniversário. Não numa festa de arromba mas como um momento em que posso juntar quem gosto e passar o dia com eles.

Quem diria que aos 34 ia aprender a celebrar de uma forma bem mais resguardada. A vida dá muitas voltas não é? 

Bem, hoje é o meu aniversário. E faço votos que todos os que por aqui passam tenham saúde e uma vida com objetivos concretizados. 

Este ano tivemos que parar, que repensar. Para o ano celebra-se em força.

Bom domingo a todos. 

34-years.jpg

 

Sex | 22.05.20

"Como vento selvagem"

RP

Há mais de dois anos que não lia um livro da Sveva.

Recentemente adquiri o "Como vento selvagem" e depois de ver uma parnóplia de filmes na quarentena estava na altura de recomeçar a leitura. 

Sveva.jpg

"Mistral Vernati, o grande campeão de Fórmula Um, está em coma no hospital, depois de um terrível acidente na pista de Monza. Enquanto Mistral luta pela vida, uma pequena multidão de personagens move-se à sua volta, com motivações diversas e nem sempre confessáveis. Maria, a companheira, o seu primeiro e único amor; a mãe, que nunca conseguiu compreender as suas opções de vida, mas para quem ele era a sua razão de viver; Chantal, a mulher que nunca o libertou de um casamento falhado, e que mesmo naquele momento dramático só pensa em arruiná-lo; os filhos, Manuel e Fiamma. Entre recordações e segredos, descobriremos a verdadeira história de Mistral e Maria."

IMG_20200413_122156_371.jpg

O que mais gosto na autora é que, para além de escrever histórias apaixonantes, tem sempre mulheres como personagens fortes e independentes mesmo em épocas em que estas tinham que ser submissas à vontade dos homens.

Também nos leva, através da sua escrita descritiva, a viajar por Itália como se conhecêssemos os lugares e estivéssemos nós a passear pelos campos da Toscana, a beber um café numa praça de Milão ou numa viagem de carro pelo sul do país. 

Com este livro a autora continua com a sua escrita cativante, com idas e voltas ao passado das personagens, para se descobrir como tudo se desenrolou para culminar nas escolhas atuais das mesmas. Creio até que é esta a linha principal do romance. Mais do que nos narrar o que está a acontecer no presente a autora vai recuando nas memórias dos personagens principais e explicando de que forma o seu perfil e a sua forma de viver foram moldados para a atualidade. Com as idas ao passado vamos descobrindo os segredos dos intervenientes e a vida que eles próprios achavam esquecida.  

Tem também o factor adrenalina, tendo em conta que retrata o mundo da Fórmula 1 na época dourada da modalidade. 

Não supera o "Lição de Tango" que é o meu favorito. Mas é uma boa sugestão de leitura ;)

 

Pág. 1/4