Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Taras Da Lina

Geminiana de signo. Nascida à beira-mar e a viver nas montanhas. Gosto de viajar pelo mundo, pelos livros e pelo cinema. Licenciada em Comunicação. Dona de um pastor alemão. Convicta que a vida sabe sempre o que faz.

As Taras Da Lina

Geminiana de signo. Nascida à beira-mar e a viver nas montanhas. Gosto de viajar pelo mundo, pelos livros e pelo cinema. Licenciada em Comunicação. Dona de um pastor alemão. Convicta que a vida sabe sempre o que faz.

Sex | 22.05.20

"Como vento selvagem"

RP

Há mais de dois anos que não lia um livro da Sveva.

Recentemente adquiri o "Como vento selvagem" e depois de ver uma parnóplia de filmes na quarentena estava na altura de recomeçar a leitura. 

Sveva.jpg

"Mistral Vernati, o grande campeão de Fórmula Um, está em coma no hospital, depois de um terrível acidente na pista de Monza. Enquanto Mistral luta pela vida, uma pequena multidão de personagens move-se à sua volta, com motivações diversas e nem sempre confessáveis. Maria, a companheira, o seu primeiro e único amor; a mãe, que nunca conseguiu compreender as suas opções de vida, mas para quem ele era a sua razão de viver; Chantal, a mulher que nunca o libertou de um casamento falhado, e que mesmo naquele momento dramático só pensa em arruiná-lo; os filhos, Manuel e Fiamma. Entre recordações e segredos, descobriremos a verdadeira história de Mistral e Maria."

IMG_20200413_122156_371.jpg

O que mais gosto na autora é que, para além de escrever histórias apaixonantes, tem sempre mulheres como personagens fortes e independentes mesmo em épocas em que estas tinham que ser submissas à vontade dos homens.

Também nos leva, através da sua escrita descritiva, a viajar por Itália como se conhecêssemos os lugares e estivéssemos nós a passear pelos campos da Toscana, a beber um café numa praça de Milão ou numa viagem de carro pelo sul do país. 

Com este livro a autora continua com a sua escrita cativante, com idas e voltas ao passado das personagens, para se descobrir como tudo se desenrolou para culminar nas escolhas atuais das mesmas. Creio até que é esta a linha principal do romance. Mais do que nos narrar o que está a acontecer no presente a autora vai recuando nas memórias dos personagens principais e explicando de que forma o seu perfil e a sua forma de viver foram moldados para a atualidade. Com as idas ao passado vamos descobrindo os segredos dos intervenientes e a vida que eles próprios achavam esquecida.  

Tem também o factor adrenalina, tendo em conta que retrata o mundo da Fórmula 1 na época dourada da modalidade. 

Não supera o "Lição de Tango" que é o meu favorito. Mas é uma boa sugestão de leitura ;)

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.