Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Taras Da Lina

Geminiana de signo. Nascida à beira-mar e a viver nas montanhas. Gosto de viajar pelo mundo, pelos livros e pelo cinema. Licenciada em Comunicação. Dona de um pastor alemão. Convicta que a vida sabe sempre o que faz.

As Taras Da Lina

Geminiana de signo. Nascida à beira-mar e a viver nas montanhas. Gosto de viajar pelo mundo, pelos livros e pelo cinema. Licenciada em Comunicação. Dona de um pastor alemão. Convicta que a vida sabe sempre o que faz.

Ter | 13.03.18

Há dias que é tão isto...

RP

 

"Aceita!

Aceita o que a vida te dá. Não te resignes com o pouco, mas não queiras o que não é teu! O que não te pertence. O que não te serve.

Não tentes calçar sapatos apertados! Por muito que eles te pareçam bonitos; por muito que te apeteça calçá-los e por muito que aparentemente eles te fiquem bem, nunca serão a tua medida. Aos poucos, devagarinho, vão começar a incomodar-te. Como uma moinha que vamos aguentando, mas que sabemos que existe. E, aos poucos, devagarinho, começas a perceber que o que querias que te assentasse bem – à força – , o que querias que te servisse, não passa de uma farsa. De um conforto que não existe e de uma felicidade que nunca chega.

O que não é para ti, nunca te servirá. Por muito que tentes. Por muito que queiras. Por muito que desejes. O que não é feito para nós, nunca nos há de ficar bem.

Anda descalça! Sente o chão debaixo dos pés. Sente a vida a tocar-te na pele.

A vida,essa, encarregar-se-á, a seu tempo – que nem sempre é no tempo que desejamos, – de nos mostrar o caminho. De nos trazer os sapatos certos. Os mais bonitos. Os mais confortáveis. Os melhores.

Por isso, aceita!

Aceita o que a vida te dá.

Não fiques em sapatos apertados. Que não te servem. Por muito que queiras usá-los, nunca hás de senti-los teus.

Assim é o amor. Por muito que queiramos que tenha as nossas medidas, se não for feito para nós, nunca nos ha de servir [na alma].

Não fiques em sítios que não têm a tua morada, não te demores em pessoas que não se demoram em ti e não aceites amores que não são teus.

Se na vida só tiveres experimentado sapatos apertados, nunca hás de saber o que é a felicidade de caminhar nuns sapatos confortáveis."

 

Publicação retirada da página do facebook "Só que não"

 

images.jpg