Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Taras Da Lina

Geminiana de signo. Nascida à beira-mar e a viver nas montanhas. Gosto de viajar pelo mundo, pelos livros e pelo cinema. Licenciada em Comunicação. Dona de um pastor alemão. Convicta que a vida sabe sempre o que faz.

As Taras Da Lina

Geminiana de signo. Nascida à beira-mar e a viver nas montanhas. Gosto de viajar pelo mundo, pelos livros e pelo cinema. Licenciada em Comunicação. Dona de um pastor alemão. Convicta que a vida sabe sempre o que faz.

Dom | 09.02.20

Quase na Cerimónia dos Óscares...

RP

... e eu sem cumprir o desafio de conseguir ver os filmes todos nomeados para Melhor Filme ou com atores nomeados pelas suas interpretações.

No entanto, depois de "Joker", "Era uma vez em Hollywood" e "O Irlandês", e de "Dor e Glória" e "Dois papas" com atores nomeados, ainda consegui despachar mais alguns.

Jojo Rabbit

"Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial. Jojo (Roman Griffin Davis) é um jovem nazista de 10 anos, que trata Adolf Hitler (Taika Waititi) como um amigo próximo, em sua imaginação. Seu maior sonho é participar da Juventude Hitlerista, um grupo pró-nazista composto por outras pessoas que concordam com os seus ideais. Um dia, Jojo descobre que sua mãe (Scarlett Johansson) está escondendo uma judia (Thomasin McKenzie) no sótão de casa. Depois de várias tentativas frustradas para expulsá-la, o jovem rebelde começa a desenvolver empatia pela nova hóspede."

É o filme fofinho dos nomeados deste ano. E é hilariante ver como um fã incondicional do Hitler lida com o bullying próprio da idade e com o facto de estar a desenvolver sentimentos por quem (acha) que não deve.

É um filme para rir, mesmo que retrate uma época negra. Até porque a brincar também se dizem verdades. E vale a pena... nem que seja pelo Hitler imaginário que acompanha a personagem principal para todo o lado.

Bombshell

"Bombshell: O Escândalo - Baseado num escândalo real, a história do caso de assédio sexual que o diretor da Fox News foi acusado, na perspetiva das trabalhadoras do género feminino."

Neste caso apenas estão nomeadas a Charlize, que eu nem reconheci no filme se não soubesse que era ela, e a Margot. São elas e Nicole Kidman a alma da história.

De facto não é dos melhores filmes que já vi, no entanto, não deixa de ser interessante primeiro pelo tema, o assédio sexual contra as mulheres no local de trabalho, segundo por ser uma história verídica e terceiro por ser no meio da comunicação, a minha área.

1917

1917 é um dos favoritos a melhor filme, apesar de ter um forte concorrente em "Parasitas". Não posso dizer que seja o meu favorito porque ainda não os vi a todos mas tenho que lhe gabar a qualidade.

"Na Primeira Guerra Mundial, dois soldados britânicos recebem ordens aparentemente impossíveis de cumprir. Em uma corrida contra o tempo, eles precisam atravessar o território inimigo e entregar uma mensagem que pode salvar 1600 de seus companheiros."

Acho que a técnica de filmagem é o ponto chave para a sensação de envolvência que o filme nos traz. Mesmo quem não gosta de filmes de guerra deve dar uma oportunidade à película de Sam Mendes.